Você realmente ama os animais?

Não diga que você ama os animais se você ainda se alimenta deles. E isso vale para todas as pessoas que conheço, incluindo família, pessoas que quero bem e pessoas que ainda não conheço. Os animais, frente a capacidade estratégica dos humanos e de gerar armas para matar são completamente indefesos. Se você se acha uma pessoa justa, tome uma atitude! Como podemos amar os animais se somos coniventes com quem os mata (a indústria ou pessoas transtornadas que não raciocinam claramente) e nos alimentamos deles com a idéia de que não os matamos pessoalmente (já estão prontos, expostos para compra), algo como uma isenção de culpa, mas que, absolutamente por nossa causa, outros vão continuar a fazer isso e dessa forma se forma um ciclo sem fim? Se você se considera uma pessoa boa, pense nisso e tome uma atitude condizente com seus princípios de humanidade e justiça com todos os seres. Você pode, agora, se quiser. Se você acha muito difícil, começe aos poucos, gradualmente, eliminando primeiro as carnes vermelhas. Não esqueça que é por causa de incontáveis bois que já puxaram o arado por milhares e milhares de anos que dessa forma beneficiaram nossos antepassados, ou que ainda puxam o arado, que colhemos o que é plantado e nos alimentamos dos grãos que nos mantém vivos, e que por causa de um incontável número de vacas que primeiro geraram esses bois e depois nos fornecem o leite é que você tem à sua disposição os iogurtes, manteiga, queijos, leite e todas as dezenas de derivados lácteos que são consumidos diariamente. E como é que agradecemos tudo isso à eles ou que consideração temos à eles que são doadores de vida? Matando ou nos escondendo atrás de alguém que faça isso. Com o tempo que for necessário, elimine as carnes brancas porquê eles também têm direito à vida e não temos outorgado por ninguém o direito de matar outros seres para a simples satisfação de ditos "sofisticados paladares". A partir daí torne-se de verdade um ativista em favor dos animais. Só assim seremos dignos de dizer que somos defensores dos animais e vivemos com consideração à eles. Pelo direito dos cães, do GADO (que não nasceu para ser destroçado, desossado, moído, recheado, desfiado, embebido em álcool, queimado), dos gatos, aves, coelhos, e de todos os outros animais, parem de comê-los. E se isso tudo não servir de motivo suficiente, então pela própria manutenção do corpo físico, mesmo sendo esse um motivo egoísta... mas que seja, saiba que já existem estudos científicos que consideram o consumo da carne como causa das desorganizações celulares que causam os diversos tipos de cânceres relacionados ao sistema digestivo. Nossos intestinos são muito longos, tem aproximadamente 2,5 metros, só que dobrados, e não foram projetados para manter dentro deles esse tipo de alimento ingerido por muito tempo, e que por este motivo, até ser expelido definitivamente se torna putrefato. Isso sem considerarmos a questão da contaminação das carnes por vermífugos, vacinas, medicamentos e etc. Os grãos e cereais são extremamente nutritivos e calóricos e suprem de forma completamente satisfatória nossas necessidades. Existe um mundo de variedades de receitas vegetarianas, ou seja, com grãos, cereais, frutas, legumes e lácteos que pode ser descoberto por você, basta querer. A única exclusão é a da carne. Tudo, absolutamente tudo por ser consumido com uma infinidade de temperos, fáceis de encontrar, e fáceis de preparar. Outra consideração a ser feita é que o que existe de mais deplorável em termos de tradicionalismo é o fato de que para qualquer acontecimento, comemoração ou encontro, faz-se o famoso churrasco, ou seja, para festejar algo, alguém precisou ser morto, e mais, esse morto foi alguém que nos beneficiou em todos os sentidos e posteriormente foi comido! Isso é insano. Quem sabe um dia chegará em que continuarão a cultuar a tradição desse nosso lugar com sua riqueza em história, relação de afeto e apreço com os cavalos (por quê só com os cavalos?), fé, amizade, fidelidade, com tudo, tudo incluído, exceto o consumo de carne. A esperança é a última que "morre". A esperança de que o ser humano "acorde" e compartilhe essa sua bondade com todos os outros seres, incluindo os animais pode vir a acontecer, e sem demora, dependendo de cada um de nós.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A Alma é Eterna, "Sat-Cid-Ananda"

O Senhor Supremo e Sua posição

Como podemos entender pela lógica que Deus existe?